Pegadinhas Infantis

Caraca, eu me matando pra fluir algum texto esquecido nos primórdios do blog e nem me toquei que era Primeiro de Abril! O que, nesta memorável data, poderia ser mais conveniente que as histórias de pegadinhas e brincadeiras que eu preguei durante toda minha infância?

Por falta de um tema melhor, a resposta para a pergunta retórica acima é “Nada”.

Agora, chega de enrolação. Prepare-se para conhecer o cúmulo do auge da pentelhagem que apenas uma criança hiperativa é capaz de causar.

Continue lendo

As Melhores Armas Infantis de Todos os Tempos

Crianças tem um apurado faro para a cagada, isso é uma lei regente no universo. Em qualquer situação, estando longe ou perto de casa, pivetes sempre arranjam uma maneira criativa de derrubar um vaso ou de incendiar parcialmente a cozinha e o cachorro.

Frequentemente, esses “acidentes propositais” recebiam ajuda de ferramentas que os pais, até aquele dia, não imaginavam que uma simplória cabecinha como a de seu filho seria capaz de cunhar. Pequenas mentes stalinistas comandavam aqueles corpos, disfarçados por um rosto ingênuo e inocente.

"Bom dia, Sr. Wilson!"

Garotos de dez anos são armas letais; um arsenal de destruição em massa esperando por uma brecha que os leve ao objetivo designado em sua programação primária: Esmerdalhar toda e qualquer estrutura física que cruzar seu caminho.

Continue lendo

MMORPGs de Responsa

Você já chegou da escola e se numa quarta-feira paulistana fosse, já teria degustado uma belíssima feijoada. Acabaram-se as lições, o texto já está no blog e o pijama que você usou por três dias seguidos repousa fétido no cestinho de roupa suja. E agora?

Ninguém deixou scraps no seu Orkut, seu FarmVille já está todo fertilizado e o Twitter insiste em meter a baleia na tua fuça. Que lhe restou? Qual será sua luz no fim do túnel (quase sempre alagado e/ou engarrafado na capital paulista)?

É nessas horas que você lembra daquela pasta “Games” que mofa no Drive C: de seu HP Pavillion desde 2004.
Ah, nobres joguinhos online: Desde o começo do século XXI nos salvando quando a pilha do Game Boy acabava ou quando seus amigos não podiam jogar RPG com você.

[Dúvida Pré-texto] Os jogos de play-in-browser contam como joguinhos online? Me refiro a Runescape, Adventure Quest e, bem, Farmville de certa forma. É válido? Se for, deixa pra outro post, né?

Continue lendo