Comunismo & Você

Se nunca foi socialista aos 18 anos é um sem coração, se continua após os 30 é um sem cérebro

Essa célebre e irrevogável frase foi dita pelo escritor e primeiro-ministro da Inglaterra na década de 40, Winston Churchill.

Os que ainda se dizem comunistas o fazem pelo ideal alternativo que um sistema político de total participação do proletariado traz. Porém, convenhamos, “sistema político” é uma classificação muito mais distorcida – e tangível! – do que a ideologia de Karl Marx realmente é: Apenas uma ideologia.

Jamais existiu um país, nem sequer um governo, que já tenha colocado a proposta do Manifesto Comunista (1848 – Marx) em prática. Ou vocês acham mesmo que se o PCdoB (Partido Comunista do Brasil) eleger algum representante político de relativa importância, tudo sob “domínio” de tal líder será dividido de forma igualitária entre todos os habitantes de determinado espaço?

O mais curioso é que muitos comunistas, do tipo que saem com a camisa do Che Guevara na rua, mal sabem a doutrina do sistema socialista/comunista – e pior: Topar com marxistas e stalinistas que só andam de Nike no pé e iPod no bolso é uma realidade muito comum por aqui. Isso tem outro nome, e é hipocrisia.

Na adolescência, todos queremos lutar pela liberdade, com a impressão de que tudo e todos estão contra nós. Esse falso espírito de batalha é o que nos empurra à essa falsa estrutura sócio-econômica.

E antes que os revolucionários façam escândalo, leiam a parte argumentativa – também conhecida por “Clique aqui e leia mais…”

Introdução ao Comunismo

Resolvi inserir isto aqui antes de começar o quebra-pau para servir de tutorialzinho. Os que não prestaram atenção nas aulas de história da oitava série não tem a mais pútrida idéia do que ocorreu na Revolução Russa, tampouco sabem de como começou essa quase imaginária política denominada comunismo. De quebra, esse prefácio servirá para alguns comunas atuais perceberem que a real idéia de um sistema revolucionário não é representada por camisetas. Continuemos, não?

O Comunismo é, segundo Karl Marx, o último estágio da sociedade humana – uma civilização iqualitária, sem classes sociais e sem abismos político-econômicos entre seus cidadãos. Uma sociedade que, segundo o Manifesto, só seria alcançada através de uma revolução da classe trabalhadora; ou seja, uma sociedade que só poderia ser concebida na mente de James Cameron, se assim lhe convier descrever.

Se me permitem exemplificar esse modelo de governo com uma comparação ao sistema democrático, parafrasearei novamente Sir Winston Churchill, em outro momento de genialidade cínica para com os adeptos de Lênin:

A desvantagem do capitalismo é a desigual distribuição das riquezas; a vantagem do socialismo é a igual distribuição das misérias.

Espero que as palavras do ex-primeiro ministro inglês falem por mim.
Agora, vamos ao que importa: Como essa idéia surreal perdurou até os tempos atuais, incitar pessoas à segui-lá?

Minha teoria é baseada no fato de que os jovens “alternativos” de hoje em dia querem, de qualquer forma, lutar por algo. Um pensamento bastante irracional, já que não há muito contra o que brigar através de pensamentos e camisetas vermelhas. Vamos combinar, também, que o protesto da cadeira é o modo mais comum de indignação que os comunistas atuais praticam. A briga mais expressiva que eu já vi de algum “soldado vermelho” foi uma hashtag no Twitter. E olhe lá!

Esse desejo infundado de combate, mantendo a tradição de seus gloriosos companheiros de 1917, tem que ser justificado de alguma forma; no caso, álibis imaginários que, na maioria das vezes, apelam para os clichês envolvendo “capitalismo” ou “Tio Sam”. Constarei aqui que essa defesa é bastante utilizada por aquele mesmo adolescente que comprou o novo Nike de U$:200 em Nova Iorque na semana passada. Queria ver a cara dessa galera quando seus caros pertences fossem dividos com metade dos homens-sanduíche que habitam a sarjeta Praça da Sé.

Na hora das palavras, todo mundo é altruísta. E aí, comuna, tá disposto a abrir mão de sua televisão de 42 polegadas? Por que não envia ela para os cubanos? Eles são o mais próximo do comunismo que alguém já chegou, e o status deles não passa de uma ditadura.

Pra quem duvida, acessem o blog da Yoani Sanchéz. Uma jornalista cubana, autora de um dos livros mais chocantes desses últimos anos, que revela para o mundo o quão bom é essa política justa de comunismo. Adendo aqui que o blog GeneraciónY ganhou um prêmio da CNN, e Yoani não conseguiu autorização para viajar aos EUA e receber seu prêmio. No mais, leiam o livro (De Cuba, Com Carinho); surpreendam-se por vocês mesmos.

Um dos argumentos preferidos dos revolucionários é que a democracia não funciona bem em nenhum país; pois, se funcionasse, não haveriam tantos problemas no mundo. Respondo isso à partir das simples condições sócio-econômicas de Cuba, da Rússia e da China. Recém-nascidos abandonados em latas de lixo fazem parte dessa maravilhosa ideologia?

Já que entramos no mundo chinês, vamos colocar em jogo que, sem dúvidas, a ditadura é o caminho alternativo que o comunismo leva. Já temos dois países que, supostamente, seguem a idéia socialista, mas vivem firmemente num governo ditatorial; uma política praticamente absolutista.

E outra, que ato digno de Trotsky: Contrabandear todas as invenções hype do mercado americano, somando apenas um selo corriqueiro de Made In China.

Já fui acusado várias vezes de ser direitista e hipócrita; em grande parte das vezes, ambos.
Se o Professor Pascoali tornou essas duas palavras em sinônimos para realista, concordo 120% com essas acusações dignas de gloriosos promotores.

Um governo não funciona como um Operational Sistem. Não é só formatar o computador, instalar o Windows 7 e tá tudo beleza. Se vocês pensam que é assim, ao menos esperem 2012, afinal, se dermos sorte, o mundo pode acabar antes que consigam instalar essa ditadura disfarçada em nosso país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: