O Pequeno e Rápido Manual da Fórmula Um

[ Nota ] A corrida do fim de semana (GP de Melbourne – que foi às 3:00 da manhã, by the way) me inspirou a fazer outro post vagamente relacionado ao tema. Na verdade, é sobre o Galvão Bueno. Será épico.

Caralho, acho que essa é a primeira vez que comecei a postar num domingo. Eu deveria ter estudado ou no mínimo dormido, já que, mesmo tentando árduamente (lendo 1984, do George Orwell), não consegui atualizar o blog ontem. Anyway, escrever foi mais produtivo do que assistir Faustão ou Pânico na TV, portanto, vamos lá:

A foto é de 2008, mas tá valendo

Vocês já se perguntaram o porque de várias pessoas madrugarem até às 7:00 da manhã num fim de semana só pra ver uma corrida? Provavelmente não, mas se você nunca teve o prazer de assistir carros coloridos à 300km/h se chocando, não sabe o que está perdendo.

Pra quem tem o mínimo de interesse em carros, F1 é tão essencial quanto oxigênio. Esqueça o kart, a Stock Car e os autoramas. Depois das disputas de Dragsters, a Fórmula Um é a categoria automobilística mais admirada do planeta. Só não digo “mais admirada da galáxia” porque ainda tenho fé nos rachas de naves espaciais pelos Anéis de Saturno. Nos dias de hoje, a F1 supera todos os outros.

Por que?
Bem, vamos explicar, então, esse esporte que envolve emoção, velocidade e abusos claros dos princípios que fundam as Leis de Newton.

Continue lendo

Casual Friday #08 – Avatar II

Avatar é o longa-metragem que melhor representa a frase “Ame-o ou Odeie-o” e, como o ser humano é programado basicamente para sacanear e esmerdalhar tudo que não seja 100% adorado, a nova e exagerada obra de James Cameron não poderia ficar de fora.

Agora, misture o universo de Pandora com Star Wars, Forrest Gump, Harry Potter, Matrix (!), Senhor dos Anéis, Free Willy e Sexto Sentido, dentre outras referências quais não consegui nomear (se algum leitor souber o nome do filme dos Hippies, coloque nos comentários. Me fugiu da mente). That’s what you got:

Uma sátira digna de subscribe.

E acho que esse foi o Casual Friday mais curto de todos. Nem enchi muita a linguiça nesse post.
Bem, estarei aqui a semana toda. Molhem a mão da garçonete!

O Guia do Iphoneiro das Galáxias

O iPhone é o aparelho mais cobiçado do mercado. Não é pra menos: Ele traz todos os utensilhos que um bom nerd acha essencial na hora de escolher seu novo gadget.

Que tal essa: Postar no seu blog, colocar bobagens no Twitter, acessar seu MSN, ler livros e quadrinhos, e ter acesso remoto à seu computador; ainda com uma excelente conexão de internet e, de quebra, servindo como plataforma para ótimos jogos com preços acessíveis. É tanta coisa que eu até descartei o fato de ser um celular e, obviamente, realizar ligações.

Vejam a seguir, uma versão mais detalhada do porque de eu estar caindo de amores por este aparelhinho.

[ StickNote ] – Se você não tem iPhone/iPodTouch, ignore sumariamente este post; de nada lhe servirá.

Continue lendo

App Reviews #01 – Sonic The Hedgehog

Eu não prometi dar partida nas análises de aplicativos e jogos da App Store? Pois então, me indaguei, qual seria a melhor opção para começar?

A pergunta foi rapidamente respondida. Yep, o nostálgico Sonic The Hedgehog, lançado para Megadrive em 1991, tem sua fiel versão na lojinha virtual da Apple.
Com todos os clássicos estágios e inimigos, o ouriço azul se torna um must have de destaque entre os outros grandiosos jogos de nome disponíveis para download.

Veremos, adiante, a análise da adaptação e jogabilidade, quando comparados com o gameplay típica do console da SEGA. Deixe de enrolação e clique no link aí de baixo!

Continue lendo

Feliz #DiaMundialSemCarne!

Uma das coisas que me servem apenas para o bel-prazer são as hashtags revolucionárias que passam corriqueiramente no Twitter.
Hoje, os twitteiros – que, notem bem, ao invés de realizar alguma ação visível – resolveram descer a lenha na carne e nos que a deliciam.

A data do Dia Mundial Sem Carne foi mais uma das gloriosas ações virtuais, das quais não conseguimos localizar seu ato mais cômico: O ideal ou a prática. Voltamos ao “por que fazer algo físico e visível se podemos apenas escrever em 140 caracteres os nossos sentimentos sobre os hipócritas carnívoros”.

Pois bem, nem me darei o trabalho de defender minha opinião.
Responderei ao nível e, como uma foto vale mais do que mil palavras, acho que está bom o suficiente.

Abs.

De qualquer forma, minto em dizer que esta data será de toda inútil.
Quando os zumbis aparecerem, este dia poderá ser crucial na sobrevivência humana.

Casual Friday #07 – I’m a Marvel… And I’m a DC! (Wolverine & Rorschach)

Inspirando-me nos temas abordados nas últimas postagens, achei esse vídeo que servirá de complemento para os assuntos anteriores.

Lembram? O Casual Friday do Bill Gates Vs. Steve Jobs (que, aliás, me deu a idéia de escrever sobre essa rivalidade. Algum outro dia.) e os textos de quadrinhos, especificamente falando, o primeiro Character’s Sheet, do Rorschach.
Agora, imaginem que esses dois temas se misturaram, tal qual um Yin-Yang delirante desenhado num pires com leite e chocolate  sobre as costas de um flexível cirsense convulsionando numa corda bamba.

O resultado é mais ou menos isso:

O produtor dessa peça nerd de stop-motion (ItsJustSomeRandomGuy) mantém um canal com vários diálogos e monólogos hilários utilizando action figures de personagens clássicos dos quadrinhos.

O vídeo aqui apresentado não é o único do gênero. “I’m a Marvel and I’m a DC” é uma coletânea de várias discussões de heróis das HQs, envolvendo desde as personalidades mais clássicas até as mais alternativas e excluídas deste infinito universo (que, à propósito, você encontrará no link que eu disponibilizei logo acima).

E antes que eu me esqueça!
O post saiu tarde hoje por simples preguiça, somada aos downloads da promoção de primavera da Apple Store. Se você está lendo isso na HORA e DATA (Aproximadamente, 22h do dia 19/03) do update, ABRA SEU ITUNES AGORA!
Você tem algumas horas com cinco jogaços por apenas U$:0,99, manezão!
Dungeon Hunter, Fifa 2010, Earthworm Jim, Blades of Fury e Skater Nation tem descontos de quatro dólares! Só por mais algumas horas! Tá esperando o quê?

Pesquise os jogos aqui ou no seu iTunes e GO, GO, GO!
Nota: Se você está num futuro próximo – ou no passado distante; dependendo da evolução da máquina do tempo nos anos que ainda estão por vir, ignore sumariamente esta encheção de linguiça.

Eu baixei todos + Sonic, The Hedgehog (U$: 6,99 ; salgado, mas bom)Pure Awesomeness. Isso dará partida nas minhas reviews de protudos da App Store. Preparem-se para o futuro.

Faltou mais algum aviso?
Ah claro! Pesquisar vídeos que se destacam do resto das porcarias que todo mundo conhece é complicado, ainda mais quando, no quesito Vagabundagem, meu nível é Experienced. Portanto, deixem as sugestões nos comentários ou, simplesmente, mande por Twitter ou via MSN/E-mail (dario_al_lopes@hotmail.com) que eu verificarei com certeza.
Grato, a gerência.

Character’s Sheet #01 – Rorschach

Como prometido, darei a partida em mais um “quadro” de postagens que acompanharão este blog desde o começo, acompanhando-o até o dia em que seu título esteja estampado nos obituários virtuais.

O mascarado homem acima é Rorschach, as known as Walter Kovacs, um sociopata do grandioso universo de Watchmen, cunhado pela mente desvairada de Alan Moore em parceria com Dave Gibbons.

Para inaugurar essa nova categoria, faremos uma análise da vida e biografia de um dos mais sinistros personagens da história impressa da DC Comics. Então, vai lá, clica no link e prepare-se para a primeira de muitas dissecações de personalidades notáveis de todo o universo ficcional.

Continue lendo