iPad: O Fail da Apple?

Fail ou não, o design é atrativo.

O título logo acima é bastante corriqueiro nos blogs de tecnologia, que tomam posição de páginas anti-apple online. A empresa de Steve Jobs vem dominando o mercado com gadgets portáteis desde o lançamento do iPod.

O argumento principal dos haters foi que o iPad é desprovido de funções multitarefas, de câmera e de suporte à flash. Toda primeira versão de produtos de sucesso foi um estouro de venda, um show inacreditivável de uma deslumbrância colossal? Dessa eu não sabia.

Ele possui sim problemas. O iPhone 1G não foi lá essas coisas, hoje, provido de 3G, é o celular mais cobiçado do mundo. Todas essas disfunções do iPad não poderiam ser resolvidas numa segunda versão? A Apple fez um crime iminente e imperdoável ao criar um projeto de potêncial inimaginável que, adiante, poderá se tornar na maior inovação futurista de todos os tempos? Antes de toda essa maluquice, que diabos é o iPad?
Destrincharemos.

iPad é a “inovação” de Steve Jobs, o novo produto da maçã é descrito por seu próprio dono como a mistura do iPhone com o MacBook no vídeo abaixo:

Por muitos, o iPad é julgado como um iTouch gigante, o que hoje ele não deixa de ser. Mas e aí, ninguém ouviu falar de versões 2.0? Ninguém percebeu que o iPad pode desencadear uma tecnologia de novos notebooks? Nenhum troll percebeu que o iPad tem um potêncial incrível? Há, inegavelmente, suas falhas. É sua primeira versão!

O site Gizmodo publicou uma postagem citando 8 coisas idiotas que estragam o iPad. Algo bastante estereotipado sobre o produto, sendo assim, achei interessante analisá-la. Eis a versão comentada:

1 – Moldura da tela grande e feia.

What? Leia a argumentação desse item no link aí em cima. “Tanta área útil”? Que área útil? A das laterais pretas que nunca tem nada?

2 – Sem multitarefa

True fact. Porém, o iPad não precisa ser considerado uma versão definitiva de um projeto Fail. Pra mim, ele é um projeto BETA de algo muito maior que está por vir.

3 – Sem câmera

The man’s got a point. Mais uma das falhas que deve ser aprimorada pela Apple na versão futura desse gadget.

4 – Teclado Virtual

“O mesmo grande e feio teclado de touchscreen que nós já vimos em outros tablets”. Não acredito que gosto e opinião sejam válidos para uma argumentação convincente, porém, algo citado aqui pelo autor da postagem é certo: Se não estiver apoiado em seus joelhos enquanto você está deitado num sofá, será complicado de usar. Provavelmente farão um apoio de plástico para que você use o tablet sem dificuldades.

5 – O Nome iPad

Preciso comentar ou não?

6 – Ausência de suporte a flash

Sim, verdade incontestável. O que fazer? Torcer para que a empresa trabalhe nesse tipo de problema na segunda versão do tablet. Digo e repito: É uma versão BETA. Qual será a desculpa se a Apple fizer um notebook totalmente touch com os problemas resolvidos?

7 – Adaptadores, adaptadores, adaptadores.

Necessidade de adaptador até para USB é uma dificuldade que terá de ser superada, pois de fato sujará o design trabalhado do iPad. Mais uma coisa para Steve Jobs resolver.

8 – Um Acossistema de aplicativos fechado

O iPad só usa aplicativos da Apple Store. Por enquanto, esse tablet é uma “evolução” dos iTouchs e iPhones. Novamente, acredito que ele venha a se tornar um notebook de interface inovadora. E aí? Se a Apple engrenar na frente dos outros computadores com o “iPad Perfeito”, como vai ser?

O iPad hoje em dia nada mais é do que uma experiência. Classificaria-o como um protótipo. O pessoal esperava um notebook completo com interface touch, e isso ele não é. Não duvido que tenha sido lançando como um concorrente para o Kindle. Com um pouco de consciência, a Apple pode tornar esse tablet numa das maiores e mais desejadas invenções do mercado tecnológico atual.Talvez não tenha acertado a mão na primeira versão, mas compará-lo ao patético Pippin é sede por ataques desenfreados à empresa.

Eu não quero que meu palpite esteja correto pra esfregar na cara dos naysayers. Não sou macfag, pelo contrário, não teria um MacBook se não tivesse meu Windows 7 em posse.
Eu quero acertar o futuro do iPad pois se ele sofrer esse upgrade, será o ápice dos notebooks. Ele é o primeiro passo do que nos levará um dia à tecnologia de holograma touch do filme Minority Report. E isso sim, meu amigo, será demais.

[ UPDATE ] So I’ve heard I was right. No dia em que atualizo este post com uma mensagem mensagem de tamanha pompa e garbo, jogos em HD foram lançados para o iPad. A primeira versão do aparelho nos proporcionou o High Definition Gaming. O que o futuro nos reserva?

Aproveite. Só digo isso.

Anúncios

2 Respostas

  1. o ipad não é nada mais, nada menos do que outro produto com um i antes do nome, que só teve tamanho impacto devido ao marketing da apple, tanto que telas grandes touchscreen já existem há algum tempo, mas n deixa de ser um produto atrativo

  2. Existem muitas “telas grandes touchscreen”, sim, mas todas funcionam na base de canetinhas inuteis.
    Na minha opiniao, a mac tem o melhor touch ja feito por uma besta bípede, sem contar nas milhares de coisas q da pra fazer com o touch da mac, diferente de “telas grandes touchscreen” que soh funcionam para como um mouse normal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: