Urgente: ESPANHA CAMPEÃ!

Há, eu – e provavelmente Paul, the octopus – sabia desde o princípio! A Fúria Roja conquistou seu primeiro título da Copa do Mundo de Futebol, mudda fucka!

Assisti o jogo na rua, acompanhado de uma porrada de espanhóis/canadenses fãs da seleção espanhola. No final do extra time, quando Iniesta marcou para a Espanha, a explosão do lugar foi indescritível.

As fotos serão colocadas num update futuro, assim que eu voltar pro Brasil, maybe.
Aliás, viva España, viva el rey!

Vamo Fúria!

Anúncios

Yo, Fuckers

Eu já estou no Canadá a dois dias (uau) e a preguiça para postar é IMENSA.

Como eu quero me manter longe do português e da cultura brasileira – que não inclui o futebol, no caso – farei um pequeno relatório em todos dias da viagem, para então, na volta, atualizar com um post bem grandão, com fotos, contos e o caraio, ok?

E tó aí ó, a bandeira canadense, for the win.

Maple Leaf Rocks!

Não Escreverei

Ando meio sem saco pra abrir o WordPress esses dias; não que eu vá abandonar essa espelunca, mas a frequência dos updates cairá tal qual o PIB da Chechênia.

E depois, de acordo com a minha irmã, eu não preciso escrever enquanto isso não for minha profissão, e ela está certa, então, boa noite, deitarei pra ler um livro do mestre Woody Allen. E, by the way:

Tinha que ter UMA piadinha pelo menos, né não?

O Futuro e a Distopia Futurista

O texto à seguir veio de horas de reflexões estranhas. Em tese, eu deveria cair numa onda de LSD antes de escrever sobre isso.

Nesse momento, são 1:20 da manhã de domingo, dia dezoito de abril. Acabei de voltar do jantar de aniversário de quarenta e nove anos da minha mãe, onde, como de costume, ignorei os assuntos da mesa na maior parte do tempo; fiquei pensando enquanto o garçom colocava o couvert – cujo preço se iguala aos meus almoços cotidianos no kilão. Não sei quanto a vocês, mas eu nunca pagaria dez reais por pães e manteiga.

Somando minha falta de saco às três horas de espera que eu lutarei bravamente contra para assistir à Fórmula 1, resolvi publicar isso de uma vez. Com ‘Rust in Peace’ rolando no iTunes e Futurama sem som na televisão – provando a teoria da geração multitasking – aqui vou eu:
Quais são as mudanças de comportamento, opiniões e tudo mais relacionado a você, no futuro e no passado?

Yep. Tão estranho quanto os tênis incombustíveis de Michael J.Fox, não?
Vejamos adiante.

Continue lendo

Casual Friday #11 – AsdfMovie/Eu sou um Incompetente

Post duplo, se você é o tipo de pessoa que gosta de nomear coisas.
Começaremos pelo Casual Friday, pra fazer jus à data.

O humor non-sense: Diga-me, o que seria de nós sem essa graça? Pessoas gargalhando por ouvir comparações literárias de Dostoiévski e Dan Brown? Provável.

Felizmente, temos escritores senseless, como Douglas Adams e sua bíblia, a série do Guia do Mochileiro das Galáxias. Um homem que inventa um robô depressivo não pode estabelecer um nexo sólido com a realidade.
Adicionando, também temos os desempregados que fazem animações no YouTube. Eles não se comparam a gênios do humor, como Monty Python, Woody Allen e o próprio Adams, mas que eles nos divertem, isso é inegável.

A vítima de alucinógenos, digo, criador desse vídeo também tem outras obras semelhantes e igualmente engraçadas.
Veja todas no canal do TomSka, o idealizador desses roteiros drogadíssimos.

No mais, vamos passar para o segundo tema dessa atualização:
Eu sou um incompetente. Por quê? Notem nos dois Casual Fridays seguidos!

Eu passei sete dias lendo os textos antigos (de quatro meses atrás) e me desliguei. É um recado rápido, mas necessário.
I ran out of alibis, não tem mais desculpas. As provas acabaram, portanto, isso aí: NO MORE EXCUSES.

Agora é atualização ou pé na porta, soco na cara.

(Atrasado!) Casual Friday #10 – Dr.Mario With Lyrics

Atraso: Não havia uma melhor maneira para começar a casa dos dois dígitos no Casual Friday.
Eu deveria ter postado de tarde, mas enrolei até a noite, quando saí com os amigos – voltei às 11:30, cansado e ainda mais preguiçoso do que já me encontrava anteriormente.

MAS eu voltei no fim de semana e postarei dois dias seguidos, pra manter o equilíbrio na força, digo, no blog.
Vamos lá:

Falarei a verdade; nunca fui muito fã de Dr.Mario, mas jogava no Nintendinho 8-bits só pela música ‘Fever’ – a game song mais alegre já composta. Agora, e se essa música tivesse uma letra?

Brentalfloss é um usuário do ScrewAttack que cria letras para as mais diversas músicas, cuja a imensa maioria são de clássicos games, como Zelda, Megaman e Tetris! Ele gravou as mais famosas num CD que, à quem interessar possa, pode ser comprado aqui.

Além dos temas de videogames old-school, ele também gravou uma letra em cima da abertura de MacGyver – sem cascata, é uma das melhores!

Assim vou tirando o atraso das postagens. Depois de terça, quando as provas acabarem, eu provavelmente voltarei a escrever normalmente.

E, antes que eu me esqueça:

Santa Prova, Batman!

Rápido tapa-buraco, a.k.a aviso.

Eu entrei em semana de provas hoje, e esse glorioso evento se prolongará até a terça-feira que vem. Eu até faria os cálculos para descobrir que dia do mês é, mas a matemática já consumiu meu sistema nervoso e o calendário está entulhado em alguma gaveta.

Assim sendo, as atualizações dessa semana – e provavelmente da próxima – terão falhas e furos. Triste, eu sei.
Se bem que eu tenho um texto quase pronto que, dependendo do meu bom humor em função da prova de biologia, irá ao ar amanhã. E sexta, as usual, sairá o Casual Friday.

É um aviso curto, mas necessário para compreensão desses três vagabundos que acessam o Nostalgia Futurista.
E eu estou trabalhando no FAQ; logo logo será atualizado como uma página decente.

Bom, voltarei a Classificação dos Seres Vivos ou eu zero a avaliação de amanhã. No pain, no gain.
Amanhã um update digno aparece por aí.